Contentor de lixo: como usar?

Contentor de lixo, como usar? Uma pergunta muito comum para quem vai começar a implantação do ciclo de conteinerização. Pode parecer simples, mas a pouca cultura de reciclagem de resíduos no Brasil evidencia que nem todo mundo sabe como usar da melhor forma os contentores.

Neste post, vamos mostrar um pouco sobre os problemas mais comuns que se originam do uso incorreto dos contentores e como evitá-los. Veja a seguir!

Contentor de lixo: como usar?

O contentor de lixo são aqueles contêineres grandes que separam os resíduos em secos e úmidos. Dessa forma, o primeiro passo é separar o lixo nessas duas frações: o que se recicla – secos – e o que não se recicla – úmidos – em sacos distintos e apropriados. Com isso, evita-se que o chorume formado pelo resíduo orgânico cause transtornos. No caso dos secos, se depositado em contentores, podem e devem ser colocados a granel, ou seja, sem uso de outros sacos ou embalagens de acondicionamento.

Assim, devemos ter atenção na forma de descarte dos resíduos. Materiais cortantes e/ou perfurantes devem ser acondicionados em embalagens duras ou enrolados de forma a proteger quem estiver envolvido na coleta. Com isso, além de prevenir que esses restos rasguem os sacos e espalhem o lixo por toda a parte, evita-se acidentes com cortes.

O passo a passo para o descarte no contentor de lixo, em resumo, é o seguinte:

  1. Separe o resíduo em seco e orgânico em sua casa;
  2. Ao levá-lo ao contentor, acondicione o resíduo em sacos fechados, com cuidado especial para materiais perfurantes ou cortantes;
  3. Lembre-se de fechar a tampa do contentor após depositar o lixo! Se ele ficar aberto, a ação de proteger os resíduos fica comprometida, prejudicando a qualidade do material, assim como favorece o volume de água contaminada pelo chorume e ser coletada no cocho do caminhão

Como utilizar corretamente o contentor e potencializar a ação positiva do sistema?

Só o fato dos resíduos estarem contidos, de forma a minimizar a ação de animais e agentes que possam trazer transtornos durante a coleta, já é um excelente motivo para iniciar um processo de conteinerização. 

Porém, a ferramenta nos possibilita aumentar mais ainda os resultados positivos, no caso quando a conteinerização é dupla, isto é, a possibilidade do gerador descartar seus resíduos de forma segregada, em reciclável e não reciclável. Sendo assim, importante a ação individual consciente de como e onde descartar seus resíduos para potencializar. 

Os resíduos perigosos ou diferenciados, não podem ser depositados em nenhum contentor nas vias públicas, como por exemplo:

  • Restos de poda e jardinagem;
  • Móveis velhos;
  • Líquidos.
  • Equipamentos elétricos;
  • Pilhas e lâmpadas;
  • Resíduos de medicamento
  • Resíduos agrossilvipastoris
  • Óleos e lubrificantes

Os últimos resíduos relacionados fazem parte da gama de resíduos abrangidos pela Logística Reversa, isto é, o fabricante, distribuidor, comerciante, tem sua parcela de responsabilidade e devem retirar seus produtos quando se tornam resíduos do mercado.

Outra pate deles, como os volumosos e de jardinagem, buscar se o município disponibiliza para a cidade os ecopontos. Cada cidade deverá ter sua rotina de coleta e pontos de descarte apropriados. Informe-se sobre como funciona a da sua região. 

Outro problema comum encontrado é a vandalização dos contentores. Isso ocorre especialmente em locais onde não há políticas consistentes de educação ambiental e de gestão de resíduos. Assim, a solução é insistir na orientação aos moradores até que se torne um hábito.

Portanto, para se extrair o melhor do uso de um sistema de conteinerização é preciso utilizar uma comunicação clara, de forma ordenada e continuada para o melhor uso e conservação do sistema. 

4 thoughts on “Contentor de lixo: como usar?

  1. Pingback: tinder parent company

  2. Pingback: usa single free dating site

  3. Pingback: lovoo probleme

  4. Pingback: dating site for free without payment