Qual é a produção de lixo no Brasil?

O brasileiro não tem o costume de reciclar o lixo, muito menos de fazer a coleta seletiva. Isso, infelizmente, traz efeitos muito negativos: como a produção de lixo é alta, grande parte acaba indo para locais inadequados, contaminando solos e rios, atraindo insetos e aves e servindo como vetores de doenças.

Mas apesar de sabermos que não reciclamos a quantidade necessária do que produzimos, sabemos exatamente como é a produção de lixo no Brasil? O lixo no país é bem reaproveitado? Qual é o tipo de resíduo mais desperdiçado? As respostas para essas perguntas você descobre neste post:

Como é a produção de lixo no Brasil?

A humanidade produz lixo desde seu surgimento no planeta. No entanto, era composto por cascas de frutas, sementes e restos de animais, um material natural e que acaba se tornando adubo orgânico, já que pode ser “reciclado” pelo próprio ambiente.

Hoje somos uma sociedade consumista, que privilegia demais a cultura do “ter”. Com isso, a produção de lixo é muito alta e cada vez maior. Então, veja como o brasileiro costuma produzir e descartar resíduos:

Maior do que deveria

O Brasil é um país de proporções continentais. Consequentemente, a quantidade de resíduos acompanha essa magnitude. Para se ter uma ideia, a produção de lixo no Brasil cresce mais do que sua capacidade em tratá-la.

Em 2018, o País produziu 79 milhões de toneladas de lixo — pouco menos de 1% com relação ao ano anterior. Por isso, somos campeões em produção de lixo na América Latina. Pior: se continuarmos com essa tendência, chegaremos a 100 milhões de toneladas de lixo por volta de 2030.

Falta de comprometimento

Há 10 anos, o País instituiu a Lei 12.305/10, conhecida como Política Nacional de Resíduos Sólidos. Com o objetivo de prevenir e reduzir a geração de resíduos, promovendo a prática de hábitos de consumo sustentável, determinou o fim dos lixões a céu aberto como uma de suas medidas.

No entanto, o cenário de gestão de lixo pouco mudou nesse meio tempo. Quase metade foi enviada para aterros e lixões de baixa segurança, o que coloca em risco a saúde do meio ambiente e da população.

Lixões ainda são muito populares no Brasil, mas eles atraem animais e aves que são vetores de doenças graves. Além disso, expõe as pessoas, principalmente de baixa renda, ao contato com substâncias perigosas.

Alta presença de plástico na produção de lixo diária

Quase todos os produtos que compramos têm embalagem de plástico. Consequentemente, sua produção é altíssima: o Brasil é o 4º maior gerador de lixo plástico no mundo. Além disso, uma garrafa PET demora mais de 400 anos para ser reciclada.

Quando jogado ao mar, o plástico acaba matando os animais, muitas vezes por sufocamento. Anualmente, o Brasil joga 2 milhões de toneladas de lixo no mar, equivalente a mais de 7 mil campos de futebol. Além disso, mais de 95% dos resíduos jogados nas praias é formado por plástico. Só no Rio de Janeiro, a quantidade de lixo jogada nos rios e no litoral é de 190 toneladas por dia.

Como visto, a produção de lixo no Brasil tem números assustadores, principalmente no litoral. Portanto, é fundamental incentivar a reciclagem, e isso começa pela separação do lixo na fonte. Então, descubra como funciona a coleta seletiva nas praias!

 

One thought on “Qual é a produção de lixo no Brasil?

  1. Pingback: Coleta seletiva errada: o que NÃO fazer - Contemar Ambiental