Coleta seletiva errada: o que NÃO fazer na hora do descarte

Você provavelmente já viu vários textos, matérias, comerciais e até filmes incentivando a segmentação do lixo. Separar recicláveis, orgânicos e rejeitos aumenta consideravelmente a quantidade de itens reaproveitados e auxilia o trabalho dos profissionais da reciclagem. Mas, acredite: há muita gente que, com boa intenção, acaba fazendo uma coleta seletiva errada.

Como não errar na hora de separar o lixo? Neste post, você vai saber tudo o que não deve ser feito na coleta seletiva. Confira:

Coleta seletiva errada: o que você não pode fazer

Será que seu lixo foi mal descartado? Veja agora tudo o que não deve fazer:

Misturar orgânicos com recicláveis

Restos de comida e cascas de fruta são resíduos orgânicos, que podem ser reutilizados em uma composteira para a formação de húmus — o melhor tipo de adubo, essencial para a vida no planeta. Mas não é porque os itens serão reciclados que você deve descartá-los com restos de comida. Esse material pode contaminar e inviabilizar a reciclagem. Além disso, atrapalha o trabalho dos profissionais envolvidos no processo.

Então, restos de comida para um lado, lixo reciclável para outro. E, se possível, lave as caixas de leite antes do descarte. 

Colocar todos os itens para reciclar

Papéis, vidros, metais e plásticos são itens recicláveis, mas sua coleta seletiva estará errada caso você coloque todos para reuso. Infelizmente, nem todo o lixo doméstico pode ser reaproveitado. Veja:

  • plásticos: embalagens de biscoitos, sopas e industrializados no geral, cabos de panela, tomadas, adesivos, espuma, teclados de computador e acrílicos.
  • vidros: lâmpada fluorescente, pirex
  • papéis: adesivos, etiquetas, fita crepe, papel carbono, fotografias, papel toalha, papel higiênico, papéis e guardanapos engordurados, metalizados, parafinados ou plastificados; 
  • metais: clipes, grampos, esponjas de aço, latas de tintas, latas de combustível e pilhas.

As embalagens de biscoitos, sopas, café e industrializados, aliás, são feitas de película de polipropileno biorientada (bi-axially oriented polypropylene ou BOPP) — que, teoricamente, são recicláveis, mas na prática isso não acontece.

Misturar recicláveis com tóxicos

Onde descartar celulares velhos, pilhas e baterias? Muita gente joga no lixo comum, mas isso é bastante errado. Itens eletrônicos contam com metais pesados na sua composição, que podem ser tóxicos e até cancerígenos. 

Portanto, tenha cuidado ao descartá-los. Os celulares antigos podem ser devolvidos à operadora ou loja onde foram comprados, para que as baterias sejam devolvidas às fabricantes. Algumas empresas contam até com programas de reciclagem. Já as pilhas e baterias devem ser descartadas em pontos de coleta.

Não limpar as embalagens

Como dito, resíduos de comida (principalmente de gordura) inviabilizam a reciclagem. Além disso, o vidro quebrado pode machucar trabalhadores que ainda atuam com a coleta de lixo manual. Então, por que não dar o tratamento correto aos itens descartados?

Algumas embalagens podem ser cortadas, abertas e colocadas dentro da pia da cozinha. Na hora de lavar a louça, a água utilizada para lavá-las vai cair nas caixas e limpá-las também.

Já os cacos de vidro podem ser colocados em uma caixa de leite recortada. Você pode também colar um aviso de “vidro quebrado” nela. 

Viu como a coleta seletiva errada pode acontecer por um simples descuido? Mas para que o descarte seja feito corretamente, é preciso saber em quais lixeiras devem ser depositados papéis, plásticos, vidros e metais. Então, descubra agora quais as cores das lixeiras de reciclagem!

 

Comments are closed.