Reciclar o vidro: qual a importância desse processo?

Você sabia que reciclar o vidro é de extrema importância para o meio ambiente? Parte comum do nosso dia a dia, o material reutilizado costuma ter as mesmas características do original. No entanto, como a cultura de coleta seletiva ainda é muito precária no Brasil, uma boa quantidade de resíduos reaproveitáveis pode ser perdida em aterros e lixões.

Ainda não está convencido sobre por que você deve separar ou reciclar o vidro? Então, continue a leitura e entenda mais sobre o assunto:

Reciclar o vidro: por que é tão importante?

O vidro é um material muito útil e, embora muito frágil, está presente na humanidade há mais tempo do que você imagina — e assim pretende permanecer. Por isso, entenda por que você deve reciclá-lo:

Durabilidade

Simples: o vidro é um material de altíssima durabilidade na natureza. Por isso, alguns autores acreditam que sua existência data 4 mil anos ou antes, quando mercadores fenícios fizeram uma fogueira na areia da praia. A soma de fogo, areia e nitrato de sódio deu origem ao material.

No entanto, se é difícil descobrir quando o vidro surgiu, é mais difícil ainda saber quando ele pode se decompor. Quando não quebrado, por exemplo, pode ficar na natureza praticamente para sempre. Acredita-se que ele leva pelo menos 1 milhão de anos para se degradar ao ar livre.

Então, se você descartar uma garrafa no mar e ninguém recolhê-la, a probabilidade de que ela fique lá eternamente é alta.

Sustentabilidade

Outra vantagem é que a reciclagem faz com que ele não seja jogado em aterros sanitários e até no meio da natureza. Embora não seja diretamente nocivo ao meio ambiente (não solta substâncias tóxicas), ele pode se acumular e virar entulho, algo prejudicial em enchentes.

Além disso, como consegue ser esterilizado pela alta temperatura de fundição, o vidro pode retornar ao mercado de diversas formas — embalagem de alimentos ou bebidas, por exemplo. Também pode ser aproveitado como componente de asfalto e pavimentação, na fabricação de outros tipos de vidro e fibras, espuma e tintas refletivas.

Aproveitamento

Como a receita da criação de um vidro é simples (areia, calcário, carbonato de sódio, óxido de alumínio e corantes), ele pode ser 100% reciclado. Também pode passar pelo processo de reciclagem infinita vezes sem perder sua qualidade. 

Como é possível reciclar o vidro?

Após a coleta seletiva, o vidro é levado à central de reciclagem. Depois, é separado por cores e tipos. Nessa etapa, é importante que vidros especiais sejam eliminados, para não alterar a viscosidade do material.

Por fim, o resíduo é lavado, triturado e derretido em temperaturas acima de 1000 ºC, tornando-se novamente matéria-prima para as indústrias.

Na hora de reciclar o vidro, quais tipos não podem ser reutilizados?

Embora seja um dos materiais mais fáceis de reaproveitar, nem todo vidro pode ser reciclado, porque recebem uma adição de elemento especial que afeta sua resistência e reprocessamento. Portanto, conheça aqueles que não devem ser reutilizados no processo industrial:

  • lâmpadas de todos os tipos;
  • ampolas de remédios;
  • boxe de banheiro;
  • de automóveis;
  • borossilicato; 
  • temperados;
  • de janelas;
  • espelhos;
  • cristais.

Viu como é importante e totalmente possível reciclar o vidro? A reutilização permite a economia de recursos e empodera o trabalho de coletores e centrais de reciclagem. E os impactos na natureza, é claro, são enormes. Então, entenda agora os benefícios da coleta seletiva para o meio ambiente!

Comments are closed.